O Governo do Paraná considera retirar a obrigatoriedade de máscara até o Natal, caso atinja 80% da vacinação de adolescentes contra a covid-19 ainda em novembro.

A informação foi dada pelo governador do Paraná, Ratinho Junior, durante evento em Londrina, norte do estado, realizado na última sexta-feira (05). Ele declarou que o fim da obrigatoriedade será definido sem colocar em risco a saúde dos paranaenses. O uso de máscaras é obrigatório no Paraná desde o dia 28 de abril de 2020. A Lei nº 20.189 prevê multa em caso de descumprimento.

A penalização varia entre R$ 106 e R$ 530 para pessoas físicas, e entre R$ 2.120 e R$ 10.600 para empresas. No Paraná, a prefeitura de Ponta Grossa, nos Campos Gerais do estado, publicou um decreto com o fim da obrigatoriedade do uso de máscaras em espaços abertos. Desde segunda-feira (1°), segundo decreto municipal, o item passou a ser opcional, “a critério [da população] e condição sanitária”.

Apesar disso, a Secretaria de Estado de Saúde (Sesa) afirmou que a medida não tem validade pois “sempre vale a medida mais restritiva, neste caso, o decreto estadual, além do uso ser obrigatório por lei no Paraná”.

Clique aqui e assine

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA