Palmeiras goleia Santos no Allianz Parque e conquista a Copinha pela primeira vez

1

O Palmeiras tem Copinha. E o Alviverde a conquistou de forma expressiva. Na manhã desta terça-feira (25), em um Allianz Parque com mais de 25 mil palmeirenses, as Crias da Academia atropelaram o Santos por 4 a 0 na final da Copa São Paulo de Futebol Júnior. Endrick, Giovani e Gabriel Silva (2x) anotaram os gols do triunfo que confirmou o primeiro título do clube na história da maior competição de base do Brasil.

Com a conquista, o Palmeiras entra para um grande grupo de times que possuem o título do torneio. Entretanto, ser campeão da Copinha ressalta o trabalho que o Alviverde tem desenvolvido nas categorias de base, vitoriosa nas competições de jovens e que cedeu nomes importantes ao time principal (Patrick de Paula, Gabriel Menino e Danilo são alguns deles). O futuro do Palestra deve passar por estes atletas campeões no aniversário da cidade de São Paulo.

O jogo

Muito ligado, o Palmeiras iniciou a decisão como fez na maior parte do mata-mata da Copinha: Endrick, logo aos cinco minutos, e Giovanni, aos onze, não deixaram o Santos respirar no Allianz Parque. E não demorou muito para sair o terceiro, que aconteceu aos 15 da primeira etapa. De falta, Gabriel Silva não deu chances a Diógenes. Com 3 a 0 no placar, o Alviverde colocou ao menos uma mão na taça antes da segunda metade do primeiro tempo.

A primeira escapada do Peixe na final aconteceu com quase 20 minutos, mas Fernandinho não conseguiu dominar o cruzamento feito por Rwan. Na sequência, Gabriel Silva quase anotou o quarto dos mandantes, em finalização que saiu à esquerda da meta defendida por Diógenes. O Palmeiras foi diminuindo o ritmo aos poucos, o que permitiu que os jovens do Alvinegro Praiano ficassem um pouco mais com a bola, ainda que os visitantes apresentassem dificuldade para criar.

Os últimos minutos do primeiro tempo seguiram em ritmo baixo, sobretudo após a parada para hidratação dos dois times. Os mandantes tiveram nova chance com Endrick, que o camisa 9 bateu para fora. Um minuto depois, o Santos conseguiu levar perigo em finalização de Rwan, mas o atacante do Peixe não acertou a bola em cheio – o goleiro Mateus apenas viu a redonda sair. Antes do fim do primeiro tempo, o Alvinegro perdeu o lateral-direito Derick, expulso por acúmulo de cartões. O Palmeiras foi para o vestiário com 3 a 0 no placar e um jogador a mais.

A etapa final começou com uma oportunidade dos visitantes, que, mesmo com um a menos, conseguiram finalizar com Fernandinho, em chute que passou perto do gol defendido por Mateus. Mas logo o Palmeiras voltou a dominar o Santos na partida. Aos seis,  Diógenes parou Endrick por duas vezes. Entratando, o arqueiro santista não conseguiu conter a nova investida alviverde, logo na sequência, quando Vanderlan cruzou para Gabriel Silva anotar o quarto tento dos comandados de Paulo Victor.

O Palmeiras voltou a baixar o ritmo da partida ao longo do segundo tempo. As Crias da Academia passaram a ficar mais com a bola e impediram que o Santos tentasse criar qualquer situação. O técnico Paulo Victor levou a campo Ian, Vitinho, João Pedro e Kevin – Vanerlan, Giovani, Endrick e Jonathan acabaram saindo. Ainda houve tempo para que os mandantes chegassem ao quinto, mas a arbitragem anulou de forma correta uma jogada que terminaria em gol de Gabriel Silva. 

A torcida palmeirense soltou o grito de campeão aos 40 minutos da segunda etapa. Os últimos minutos da 52ª final da Copa São Paulo de Futebol Júnior foram apenas protocolares. O Palmeiras mostrou que de fato é campeão.

Informações do SBT Sports

Clique aqui e assine

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA