Ciclista de 16 anos que morreu atropelado em canaleta não estava ‘pegando rabeira’, garante testemunha

11

Uma testemunha que presenciou o acidente que terminou com a morte do adolescente Kristofer Enzo Neves Oliveira, de 16 anos, garantiu que a vítima não estava ‘pegando rabeira’, como algumas pessoas relataram anteriormente. Conforme a testemunha, que preferiu não se identificar, o rapaz seguia atrás de um biarticulado, mas não estava pegando rabeira. Ele então se desequilibrou e o outro coletivo da linha Pinhais – Capão da Imbuia, que vinha logo na sequência, bateu nele.

“Passou um ônibus do lado do outro. Ele não estava do lado do ônibus pegando rabeira coisa nenhuma. Isso aí quem contou foi o motorista. Eu vi tudo o que aconteceu. A hora que eu gritei olha o ônibus, ele nem olhou para o lado, se desequilibrou e um ônibus amarelo bateu nele”

O ônibus amarelo bateu nele e em vez de ele cair para o lado, ele foi para debaixo do ônibus, que passou primeiro em cima da bicicleta e depois nele. O cara do ônibus freou, mas parou com o rodado de trás em cima do ciclista”, afirmou.

O acidente aconteceu na Avenida Afonso Camargo, por volta das 8 horas desta segunda-feira. Kristofer foi sepultado no Cemitério Vertical de Curitiba, no Tarumã, nesta terça-feira (22).

Clique aqui e assine

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA