O ex-prefeito de Piraquara e atual Diretor Geral da Paraná Edificações – PRED, Marcus Tesserolli, o Marquinhos, foi um dos destaques da Edição 102 da Revista do CREA-PR. O case de sucesso de Piraquara foi classificado como “exemplo positivo”, pela publicação que traz experiências e conteúdos de todo o Paraná. Quando prefeito (2013-2020), Marquinhos, que é Engenheiro Civil de carreira da Prefeitura de Piraquara, investiu na qualificação do quadro técnico do município com a criação da Superintendência de Projetos e Obras – SPO e contratação de engenheiros e arquitetos por meio de concurso público.

Prefeito Marquinhos fica em 1º lugar na enquete Banda B para a prefeitura  de Piraquara

A implantação do setor foi um dos diferenciais das duas gestões do então Prefeito Marquinhos, que ficou marcada pela execução do maior Programa de Pavimentação de Piraquara, obras estruturantes, além de inúmeras benfeitorias e projetos de edificações. Hoje, o legado permanece com uma equipe técnica estável na Prefeitura de Piraquara, que possui um amplo banco de projetos, e é referência na captação de recursos e viabilização de obras com parceiros como a Secretaria de Estado de Desenvolvimento Urbano – SEDU, Caixa Econômica Federal, Secretaria de Estado de Infraestrutura e Logística, COMEC, entre outras.

“Quando assumi a prefeitura em 2013 desfalquei a nossa própria equipe, pois o município contava com dois engenheiros e um virou o prefeito. O trabalho de acompanhamento de obras, aprovação de projetos e fiscalização era muito deficitário, foi aí que criamos a Superintendência de Projetos e Obras. Hoje vinculada à Secretaria de Desenvolvimento Urbano, a SPO conta com quadro técnico formado por engenheiros e arquitetos concursados, que deram outra dinâmica para a viabilização dos projetos”, explica Marquinhos.

CREA/PR

Criado em 11 de junho de 1934, o Crea-PR (Conselho Regional de Engenharia e Agronomia do Paraná) é a autarquia responsável pela regulamentação e fiscalização das empresas e profissionais da área de engenharia e suas ramificações. A revista com a matéria na íntegra pode ser acessada no site.

Clique aqui e assine

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA