Aumento dos combustíveis afeta transporte coletivo

77

O aumento nos combustíveis, anunciado pela Petrobras nesta quinta-feira (10), terá impacto nas empresas do transporte coletivo. O preço médio do diesel teve alta de 25%, e o da gasolina foi de 19%. Em fevereiro, a passagem de ônibus passou para R$ 5,50. Segundo a Urbanização de Curitiba, a alta nos insumos foi o principal fator responsável pelo reajuste.

O presidente do Sindicato das Empresas de Ônibus de Curitiba, Mauricio Gulin, afirma que a alta pressiona diretamente os custos do sistema.

A tarifa técnica, que representa o custo real por passageiro, está em R$ 6,36. Na análise do economista e professor Jackson Bittencourt, o valor deve subir com o reajuste do diesel. Além disso, a guerra na Ucrânia também pode impactar os preços.

Ainda de acordo com o professor, a tarifa mais alta requer um subsídio maior.

Segundo a Prefeitura de Curitiba, a tarifa do usuário terá o mesmo valor pelo período de um ano. Já o valor do subsídio, fixado em 97 milhões de reais por ano, foi calculado com base na tarifa técnica de R$ 6,36. Os valores da gasolina e do diesel não tinham reajuste há 57 dias.

Clique aqui e assine

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA