‘Joião’ de Quatro Barras começa a funcionar em 21 de março com passagem de graça para a população

105

Quatro Barras, na Região Metropolitana de Curitiba, terá tarifa zero para o transporte coletivo que opera dentro do município a partir do dia 21 de março.

A cidade é a primeira na Região Metropolitana a implantar o benefício, que atende cerca de 11,7 mil passageiros que embarcam nos ônibus diariamente. A isenção do valor da passagem foi possível com a assinatura de um Termo de Cooperação entre Prefeitura de Quatro Barras e o Governo do Estado, por meio da Coordenação da Região Metropolitana de Curitiba (Comec). O acordo prevê a divisão do subsídio tarifário entre o Estado e o município.

O anúncio foi feito nesta quarta-feira (9) pelo governador Carlos Massa Ratinho Junior e pelo prefeito Loreno Tolardo. Na manhã desta quinta-feira (10) houve o lançamento oficial no Terminal Municipal.

Quem vai pagar a conta

Hoje, a passagem em Quatro Barras é de R$ 4,75, porém, a tarifa técnica – que é o custo do sistema dividido pelo número de usuários – é de R$ 8,79. Deste valor, R$ 4,04 serão pagos pelo Governo do Estado. O restante da tarifa passa a ser subsidiado também pelo município, em um investimento mensal previsto de cerca de R$ 160 mil.

O prefeito de Quatro Barras, Loreno Tolardo, aposta que a medida vai incentivar o deslocamento das pessoas na cidade, favorecendo o comércio local. Tolardo também menciona a redução no custo das empresas, que não terão mais gastos com vale-transporte.

“Vai fomentar o emprego, empresários vão dar preferência para a mão de obra local”, afirmou o prefeito durante o lançamento.

O prefeito Tolardo explicou sobre os recursos para custear o benefício e as parcerias formalizadas. Ele garantiu que as atuais linhas vão permanecer funcionando e que novas serão criadas.

“Recurso próprio do município e temos o subsídio do Governo do Estado. Conseguimos fechar esta conta com a parceria também da empresa que vai operar o serviço. As linhas que estão funcionando continuarão funcionando”, garantiu.

Linhas
Além da tarifa zero, o convênio também prevê a ampliação nas linhas do transporte coletivo de Quatro Barras, que passa de duas para quatro: Borda do Campo, atendendo a região; São Pedro-Menino Deus, na região da Britanite; Palmital-Ribeirão do Tigre, na região do Rio do Meio; e Santa Luzia, atendendo a região.
Itinerários
O presidente da Comec (Coordenação da Região Metropolitana de Curitiba), Gilson Santos, explicou que o projeto foi desenvolvido a pedido da Prefeitura de Quatro Barras e reforçou a necessidade do pagamento no caso do passageiro seguir viagem para a Capital ou uma cidade da região.
“Projeto desenvolvido pela equipe técnica da Comec a pedido da prefeitura, considerando uma condição diferenciada para a população. Isso fortalece muito a economia local. e obviamente o cidadão só vai pagar se entrar na rede integrada para Curitiba ou outra cidade da Região Metropolitana”, explicou.
Todas as linhas municipais farão parada no Terminal Municipal de Quatro Barras, onde o usuário poderá fazer conexão com Curitiba e Campina Grande do Sul. Para fazer a integração, porém, o usuário pagará as tarifas de R$ 4,75, para pagamento no cartão, ou de R$ 5,50, para pagamento em dinheiro.
A cozinheira Franciele Menegale mora e trabalha em Quatro Barras e fez questão de participar do lançamento do projeto. Ela está esperançosa.

“Vai ajudar bastante não vou precisar mais pagar pelo transporte, principalmente agora em plena pandemia”, disse.
Quem também comemorou foi o aposentado Marcelo Strongue.

“Aquele cidadão que não tem dinheiro para a passagem, pra vir para o centro, por exemplo, para ir à Agência do Trabalhador para procurar emprego, vai ajudar muito”, comentou.
Clique aqui e assine

SEM COMENTÁRIO