“Venha a Curitiba e ganhe uma multa”, diz Véio da Havan sobre novos radares.

18

Após visitar Curitiba e inaugurar uma nova loja da Havan, na Avenida Marechal Mascarenhas de Moraes, no bairro Santa Cândida, o empresário Luciano Hang, conhecido na internet pelo apelido de “Véio da Havan!, criticou o número de 200 novos radares que a prefeitura de Curitiba vai implementar nos próximos meses na cidade.

Ainda na postagem, o co-fundador da Havan relatou que mesmo com os radares eletrônicos, a segurança não é 100% nos casos de acidente. “Colocar radar não significa dar mais segurança. A indústria da multa no Brasil é uma vergonha, é um assalto à mão armada. Veja o exemplo dos Estados Unidos, onde para cada mil habitantes existem 870 veículos, enquanto no Brasil, para cada mil habitantes, são 500 veículos. São 70% a mais de veículos por mil habitantes e, mesmo assim, eles não possuem radares e não se utilizam disso como forma de punição, mas, sim, prezam pela educação”, comentou Hang na postagem.

Para fechar a publicação, o empresário escreveu que tem um carinho por Curitiba, mas que os radares prejudicam o desenvolvimento das pessoas. “Tenho um carinho enorme por Curitiba e pelo seu povo, tanto que temos muitas lojas lá. Torcemos pelo desenvolvimento, mas situações assim dificultam e só atrapalham. É a burocracia e interesses trabalhando contra o cidadão, lamentavelmente”, completou empresário.

Clique aqui e assine

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA