AMIZADE FAKE – Homem abraça o (amigo) no bar antes de atirar contra ele, em Pinhais

37

O que parecia um encontro de conhecidos, ou até amigos, acabou em morte dentro de um bar em Pinhais, na Região Metropolitana de Curitiba (RMC), na madrugada desta quarta-feira (3). Rafael Mendes, de 33 anos, foi morto com um tiro no peito, disparado após uma breve discussão, durante a bebedeira.

Segundo os relatos das testemunhas à Polícia Militar (PM), os dois bebiam e estavam conversando, pareciam até amigos, antes de o crime acontecer.

“Eles chegaram até a se abraçar. Instantes depois, houve uma discussão e o autor tirou uma pistola e deu um tiro no peito do homem”, contou o tenente Assad, do 22.° Batalhão da PM.

O socorro foi acionado e chegou ao local por volta de 10 minutos após o crime. Apesar disso, já era tarde e Rafael estava morto.

PUBLICIDADE

Autor preso
O autor dos disparos fugiu de carro, mas não se atentou a um deslize: pagou a conta com cartão, o que ajudou a polícia na identificação.

Com os dados do comprovante de pagamento, equipes da PM conseguiram encontrar o homem horas após o crime. O suspeito, que não teve o nome divulgado, mas é conhecido por moradores do bairro pelo apelido de Cowboy, foi encaminhado à Delegacia de Pinhais.

Junto com o homem, os policiais encontraram a arma usada no crime e também uma espécie de carteira funcional escrito “escolta agente”.

Testemunhas contaram aos policiais que ele já era conhecido na região por algumas confusões que arrumou. Contra ele existe, inclusive, um antecedente por disparo de arma de fogo.

Segundo os relatos das testemunhas à Polícia Militar (PM), os dois bebiam e estavam conversando, pareciam até amigos, antes de o crime acontecer.

“Eles chegaram até a se abraçar. Instantes depois, houve uma discussão e o autor tirou uma pistola e deu um tiro no peito do homem”, contou o tenente Assad, do 22.° Batalhão da PM.

O socorro foi acionado e chegou ao local por volta de 10 minutos após o crime. Apesar disso, já era tarde e Rafael estava morto.

PUBLICIDADE

Autor preso
O autor dos disparos fugiu de carro, mas não se atentou a um deslize: pagou a conta com cartão, o que ajudou a polícia na identificação.

Com os dados do comprovante de pagamento, equipes da PM conseguiram encontrar o homem horas após o crime. O suspeito, que não teve o nome divulgado, mas é conhecido por moradores do bairro pelo apelido de Cowboy, foi encaminhado à Delegacia de Pinhais.

Junto com o homem, os policiais encontraram a arma usada no crime e também uma espécie de carteira funcional escrito “escolta agente”.

Testemunhas contaram aos policiais que ele já era conhecido na região por algumas confusões que arrumou. Contra ele existe, inclusive, um antecedente por disparo de arma de fogo.

Motivo incerto
No momento do disparo, pelo menos 10 pessoas estavam no bar, que presenciaram toda a situação. Segundo o tenente da PM, ninguém entendeu ao certo o motivo da discussão.

“Mas foi um desentendimento rápido, que já acabou com o tiro. O local tem uma câmera de segurança na parte interna, mas eles estavam na parte de fora”, explicou o tenente Assad.

Clique aqui e assine

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA