Homem que foi preso por matar ex-namorada em hotel é morto por colega de cela, em Piraquara

319
Clique aqui e assine

Um homem que cumpria pena por matar a ex-namorada em um hotel de Cascavel, no Oeste do Paraná, foi assassinado dentro da prisão. Joaquim Eduardo Silva de Lima, de 37 anos, cumpria pena na Casa de Custódia de Piraquara (CPP), na Região Metropolitana de Curitiba (RMC), e foi morto por um colega de cela.

Joaquim Eduardo foi preso em 2008 e foi apontado como responsável pela morte de Salete Inês Thomas Duran, que foi esfaqueada junto com outras duas adolescentes. A motivação do crime, segundo a polícia na época, seria passional.

Na época, o então rapaz foi preso pelo crime de latrocínio, pois, além de ter matado a ex-namorada, roubou o cartão do banco e sacou dinheiro da conta dela.

Segundo consta na lista de obituários da Prefeitura de Curitiba, Joaquim Eduardo foi encontrado morto na sexta-feira (19).

Procurada, a Polícia Penal do Paraná confirmou a morte do preso. Segundo o Deppen, após as diligências necessárias, um dos companheiros de cela de Joaquim Eduardo admitiu ser o responsável pela morte.

O motivo do crime não foi informado. Conforme o Deppen, o fato foi comunicado às autoridades responsáveis para providências legais.

Clique aqui e assine

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA