Frentista de posto famosa nas redes sociais se demite e revela a razão; “odiavam a atenção”

1126
Clique aqui e assine

O TikTok tem se tornado uma das redes mais utilizadas por aqueles que querem ser reconhecidos como influencers.

Pensando nisso, Elizabeth Maestracci, uma venezuelana que mora em Santiago, no Chile , se tornou viral nas redes sociais com vídeos bem humorados, ousados e mostrando também seu trabalho como frentista de um posto de gasolina.

A jovem conseguiu conquistar milhares de usuários e quer continuar produzindo entretenimento na Internet. No entanto, o trabalho como frentista, que a fez se tornar viral, começou a atrapalhar a carreira.

Apesar do sucesso, a venezuelana decidiu se demitir porque não tinha permissão para gravar vídeos e produzir conteúdo durante o horário de trabalho, conforme relatado em um vídeo.

“Essas pessoas odiavam a atenção, odiavam o TikTok […] Disseram que o que eu estava fazendo com meus vídeos era desacreditar e querer colocar o posto de gasolina em uma situação ruim. Quero continuar trabalhando na Copec, mas não no posto onde trabalhava”, explicou.

No caso da frentista, a decisão de deixar o trabalho foi dela. No entanto, algumas outras pessoas foram prejudicadas pelas redes sociais e demitidas de surpresa.

Esse foi o caso de Michelle Serna, de 24 anos, que tinha um cargo de liderança em uma empresa de tecnologia no Reino Unido, mas depois de conseguir o trabalho dos seus sonhos, o perdeu por conta de um vídeo no TikTok.

De acordo com o portal El Tiempo, a jovem aguardava uma reunião com decidiu preparar um café que acabou esparramado em sua mesa. Ela então decidiu fazer um vídeo mostrando o “desastre”, mas no fundo do vídeo, é possível ouvir a gravação do seu chefe iniciando a reunião.

Momentos depois de publicar o vídeo no TikTok, Michelle recebeu uma ligação da equipe de recursos humanos anunciando que seu vídeo havia sido enviado a eles e que ela seria demitida por “negligência”.

O principal motivo para dispensar seus serviços foi que ela estava gravando o vídeos durante o horário de trabalho e que divulgou a conversa do seu chefe e colegas contra sua vontade.

“Sinceramente, você mal consegue ouvi-los ao fundo, mas infelizmente eles consideraram um motivo válido para me demitir e me demitiram. Não tenho escolha a não ser aceitar, eu estraguei tudo”, disse a influencer que removeu o vídeo do café das redes sociais.

Clique aqui e assine

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA