Obras da Victor Ferreira do Amaral avançam e trecho vai ser interditado por segurança. veja os desvio aqui.

500

Vigas de concreto de tamanho colossal serão içadas do chão e colocadas sobre o viaduto da Avenida Victor Ferreira do Amaral, no Tarumã, para a nova etapa da obra de alargamento da estrutura feita pela Prefeitura de Curitiba. As vigas têm de 30 a 43 metros e de 85 a 110 toneladas. Por segurança, o transporte e a acomodação das vigas vão exigir mudanças no trânsito da região.

Durante cinco dias, será necessário fazer a interdição total de um trecho da via, entre o Supermercado Mufatto e o Colégio Militar do Paraná, em ambos os sentidos (Centro e Pinhais). O bloqueio está programado para ocorrer de sábado (24) até quarta-feira (28). A mudança no trânsito também altera temporariamente linhas do transporte coletivo.

Para facilitar o tráfego e evitar transtornos, a Superintendência de Trânsito (Setran) elaborou diferentes opções de rotas alternativas. Agentes de trânsito estarão no local para orientar os motoristas.


“Serão cinco dias de bloqueio para o tráfego, com início no fim de semana, quando há menor fluxo de veículos. O ideal é que as pessoas programem suas rotas antes de saírem de casa e evitem a região nestes dias, se possível”

diz a superintendente de trânsito de Curitiba, Rosangela Battistella.

Já a passagem de pedestres sob a estrutura será garantida pela empresa responsável pela obra, que fará um caminho seguro para quem passar pelo local.

Os bloqueios totais serão executados apenas na Avenida Victor Ferreira do Amaral, sem interrupção do fluxo de veículos que transitam pela Linha Verde.

uem segue pela Victor Ferreira do Amaral no sentido Centro terá duas opções de desvio. A primeira alternativa é acessar a Rua Konrad Adenauer, ao lado do Shopping Jockey Plaza, e seguir pela Rua José Zgoda, a via local da Linha Verde e a Rua Raphael Papa, de onde será possível retornar à Victor Ferreira do Amaral e seguir ao Centro.

Desvio sentido Centro (via Cristo Rei/Capão da Imbuia)

Quem segue pela Victor Ferreira do Amaral no sentido Centro terá uma segunda alternativa, via Cristo Rei e Capão da Imbuia. Nesse caso, o motorista seguirá até as proximidades do Colégio Militar do Paraná, onde deverá fazer uma conversão à esquerda em um trecho que será aberto sobre o canteiro central da avenida para acessar as ruas General Polli Coelho, Governador Agamenon Magalhães, Urbano Lopes, Delegado Leopoldo Belczak e Nossa Senhora da Penha.

Para garantir maior fluidez, durante o período diurno, a Rua General Polli Coelho terá sentido único de circulação. Agentes de trânsito e placas móveis irão orientar quem passar pelo local.

Desvio sentido Pinhais (via Cristo Rei/Capão da Imbuia)

Para quem vai da Victor Ferreira do Amaral no sentido Pinhais, haverá três alternativas. A primeira é acessar à direita na Rua Frei Orlando até a via local da Linha Verde, em seguida as ruas Guilherme Born e Urbano Lopes, até a trincheira da Rua Roberto Cichon, que dará acesso à Governador Agamenon Magalhães, de onde será possível retornar à Victor Ferreira do Amaral.

Uma segunda opção para quem segue pela Victor Ferreira do Amaral no sentido Pinhais é virar à direita na Rua Affonso Penna, ao lado do Super Muffato, e acessar a Linha Verde, de onde poderá seguir via BR-277 ou pela trincheira da Rua Roberto Cichon.

Desvio sentido Pinhais (via Bairro Alto/Jd. Social)

Uma terceira alternativa para quem segue pela Victor Ferreira do Amaral no sentido Pinhais é acessar à direita na Rua Madre Leonie, logo após a trincheira da Avenida Nossa Senhora da Luz, em seguida as ruas Monte Castelo, Nossa Senhora da Luz e Fagundes Varella, e cruzar sob a Linha Verde, na trincheira da Rua Fúlvio José Alice, que dará acesso ao Bairro Alto ou à Rua Konrad Adenauer.

Detalhes da obra

Complexo Tarumã
O Complexo Tarumã engloba as obras no Viaduto da Avenida Victor Ferreira do Amaral – que permitirá a instalação das novas estações de ônibus, Tarumã e Victor do Amaral – a requalificação de 12 ruas do entorno, das praças públicas Cova da Iria e Mauro Ferreira, além de novo paisagismo e iluminação. Novas calçadas planas e acessíveis e ciclovia também integram as melhorias.


Iniciadas em fevereiro do ano passado, as obras são coordenadas pela Secretaria Municipal de Obras Públicas (Smop). A previsão de conclusão das obras é o segundo semestre deste ano.

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA