Ratinho Junior sanciona lei que terceiriza gestão das escolas no Paraná;

485
Clique aqui e assine

O governador Ratinho Junior (PSD) sancionou a lei que terceiriza a gestão das escolas, horas após a aprovação do projeto na Assembleia Legislativa do Paraná (Alep) nesta terça-feira (4). Segundo o Governo do Paraná, 204 unidades da educação estão elegíveis na rede estadual para receber o programa. Contrária à medida, a APP-Sindicato diz que os professores vão continuar a greve.

Apesar da sanção do governador, o Parceiro da Escola será instalado mediante consulta a comunidade escolar. A votação nas escolas escolhidas será preferencialmente de forma presencial.

Diretora da APP-Sindicato, Marlei Fernandes, conversou com a Banda B e criticou a tramitação do Parceiro da Escola na Alep.


Amanhã ainda temos ato, a greve continua. E nós vamos, em breve, convocar uma assembleia para que a gente possa avaliar o movimento e os próximos passos. Entendemos que não se esgota aqui, entendemos que temos muitas outras ações ainda para realizar, mas essa é uma decisão coletiva da categoria que será convocada para avaliar os próximos passos.

Marlei Fernandes, diretora da APP-Sindicato. DIZ

Sobre as escolas terceirizadas no Paraná, Ela disse que a categoria entende ser “uma derrota no voto, mas não na sociedade”.

É uma derrota no voto, mas não é uma derrota na sociedade, nas escolas, com pais e mães. Nós entendemos que a maioria da comunidade já entendeu o quanto essa proposta é maléfica. Se a proposta fosse boa, os deputados não teriam que votar escondidos, não seria escondida, não tinha que fazer um tratoraço.Marlei Fernandes, diretora da APP-Sindicato.

Clique aqui e assine

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA