Paraná tem 40 cidades afetadas pelos temporais da última semana

320
Clique aqui e assine

A Defesa Civil do Paraná informou no último boletim divulgado na noite deste domingo (8) que pelo menos 40 cidades foram afetadas pelos temporais da última semana. A estimativa é que mais de 13 mil pessoas tenham sofrido algum tipo de transtorno pelas fortes chvuas.

Algumas cidades sofreram prejuízos extensivos, como São Jorge d’Oeste, Paulo Frontin, Paula Freitas e Mangueirinha, atingidos ainda no começo da última semana por vendavais que deixaram casas e comércios destelhados, além de deixar estragos em lavouras.

Mais recentemente, Rio Negro, União da Vitória, Rebouças e Peabiru, por exemplo, tiveram problemas de alagamento e inundações por conta da chuva continuada e dos grandes acumulados.

Cerca de 200 pessoas tiveram que deixar as suas residências em União da Vitória e 56 em Rio Negro. Ao todo, durante esses dias, mais de 740 pessoas deixaram suas residências por causa das chuvas e vendavais e 503 ainda permanecem fora de seus lares.

As equipes locais da Defesa Civil, juntamente com o Corpo de Bombeiros, realizaram as ações de atendimento à população, resgatando as pessoas em maior risco e levando para locais seguros.

Cidades do Paraná decretam situação de emergência

Paula Freitas, Mangueirinha, Rio Negro e São Jorge do Oeste já decretaram situação de emergência. O decreto de São Jorge d’Oeste já está homologado pelo Estado e o de Mangueirinha está em processo de homologação.

Paula Freitas e Rio Negro estão inserindo a documentação para pedir a homologação da situação de emergência. Além disso, Pinhão, Paulo Frontin e Cascavel estão dando prosseguimento nos documentos iniciais.

Ajuda humanitária no Paraná

As localidades mais afetadas no Estado já receberam apoio nos primeiros momentos da emergência, primeiramente com a distribuição emergencial de lonas e outros socorros públicos, e posteriormente com materiais de higiene, dormitório e telhas.

Já foram distribuídas mais de 18 mil telhas aos municípios mais afetados pelos vendavais e tempestades, além de 650 kits dormitório, 584 kits higiene e 484 cestas básicas.

Os materiais vão auxiliar para que as famílias mais vulneráveis atingidas pelas tempestades possam se restabelecer.

Clique aqui e assine

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA